Mulher morta por asfixia pelo namorado no bairro Marechal Rondon

O suspeito do crime foi detido pelo próprio pai, que chamou socorro e a BM


Uma mulher de 20 anos foi morta por asfixia pelo namorado na manhã desta segunda-feira (18). O crime ocorreu num apartamento da rua Irlanda, bairro Marechal Rondon, na Zona Norte de Cachoeirinha.


Em relação ao delito em Cachoeirinha, o titular da 1ª Delegacia Regional Metropolitana, delegado Juliano Ferreira, disse que o fato ocorreu por volta das 6h, em uma residência dentro de um condomínio. A vítima, Thainara Rangel Chaves de Moraes, 20 anos, foi estrangulada pelo namorado. Ela não tinha medida protetiva contra ele na Justiça. Ferreira ainda destaca que a polícia e o serviço de emergência foram acionados pelo próprio pai do suspeito. Ele também deteve o filho. — Segundo o próprio autor, que confessou o crime, ele estrangulou a vítima que gritava para ele parar. Ele só parou quando ela já não apresentava mais sinais de reação. Meio sem saber o que estava ocorrendo, quando a polícia chegou, ele não dizia nada com nada, sem explicar o motivo do feminicídio. Quando os agentes chegaram, ele estava contido pelo próprio pai — diz Ferreira.

Segundo o delegado, houve prisão em flagrante, após o homem confessar o crime. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento para prestar depoimento. O suspeito foi identificado como Willian Hernandes Araújo Molina, 21 anos, segundo a ocorrência policial. O pai dele e familiares da vítima também serão acionados, a fim de que sejam ouvidos na investigação. GZH tenta contato com o advogado de Molina para contraponto.

Os feminicídios aumentaram 12,2% no primeiro semestre do ano no Rio Grande do Sul em relação ao mesmo período de 2021. Foram 55 vítimas de janeiro a junho, seis a mais do que as 49 mulheres assassinadas por questão de gênero no mesmo período de 2021.

Mais um feminicídio registrado na região do Vale do Gravataí, desta vez em Cachoeirinha




188 visualizações0 comentário